049 – Não há Deus em Israel?

“Mas o anjo do Senhor disse ao tesbita Elias: “Vá encontrar-se com os mensageiros do rei de Samaria e lhes pergunte: ‘Acaso não há Deus em Israel? Por que vocês vão consultar Baal-Zebube, deus de Ecrom?” – 2a Rs1.3.

Acazias foi sucessor de seu pai Acabe, tanto no reinado quanto na idolatria. Os versículos 52 e 53 de 1aRs.22 mostram uma biografia desprezível deste rei: “Fez o que o Senhor reprova, (…) Prestou culto a Baal e adorou-o, e provocou a ira do Senhor, o Deus de Israel, como o seu pai tinha feito”.

No entanto, Acabe, o pai, humilhou-se diante de Deus antes de morrer, após ouvir uma advertência do profeta Elias: “Quando Acabe ouviu essas palavras, rasgou as suas vestes, vestiu-se de pano de saco e jejuou. Passou a dormir sobre panos de saco e agia com mansidão” – 1aRs21.26-27. Por causa disso, Deus teve misericórdia de sua vida.

A humilhação de Acabe salvou sua vida, mas seu exemplo destruiu a vida do filho. Acabe ensinou ao filho que, embora fossem reis sobre o povo de Deus, Deus não significava nada para eles. Pai e filho reinaram e viveram como se não houvesse Deus em Israel.

Um acontecimento fatídico aconteceu, e Acazias ficou doente. Seja no momento de bonança, seja no momento de aperto, Acazias desprezava Deus e depositou sua confiança em deuses inexistentes, frutos de uma cultura perversa e pecadora. Mais uma vez, Deus envia Elias, o profeta do pai, para alertar o filho, com uma pergunta que ainda hoje deve nos trazer de volta a nossa realidade: “Acaso não há Deus em Israel?”

Acaso não há Deus entre nós? Com uma lei a ser seguida e exigente de exclusividade? Acaso não há Deus entre nós, guiando nossos passos e nos protegendo do mal? Elias mostrou a Acazias que o Deus de Israel, o Deus de toda a terra é ciumento, não só quando o assunto é gratidão, mas também quando o assunto é consolo e aflição. Acazias irou o seu Deus quando buscou conforto em sua doença longe de Deus.

Diante de uma cultura que menospreza e ignora Deus, avancemos de joelhos e humildes, submetidos ao Senhor de toda a terra, lembrando que, nos momentos de alegria, e nos momentos de sofrimento, perto está o Senhor!

Dica de livro

Comente conosco o que achou desta postagem