042 – Enxergando além

“O servo do homem de Deus levantou-se bem cedo pela manhã e, quando saía, viu que uma tropa com cavalos e carros de guerra havia cercado a cidade. Então ele exclamou: “Ah, meu senhor! O que faremos? O profeta respondeu: “Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles” 2aRs.6.15-16.

Mais uma vez, a Síria decide assaltar Israel. A estratégia é cercar o povo, impedindo a passagem para buscarem alimentos até que se entreguem de fome. Algo feito na surdina. Mas o profeta de Deus, Eliseu, frustra os planos da Síria, revelando ao rei de Israel o esconderijo e os lugares planejados do rei inimigo. A Síria possuía um espião? Não: Israel tinha um Deus que a protegia.

Isso enfurece o rei pagão, que decide capturar esse traiçoeiro profeta. Agora, o grande exército da Síria não quer uma nação: agora é um Império contra um único homem.

O servo de Eliseu, que deve ter acordado cedo para tomar seu café, se espantou ao ver o enorme exército se aproximando e temeu por sua vida: “Ah, meu senhor! O que faremos?”. Mas Eliseu ficou tranquilo, pois sabe que “Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles”.

O exército de Eliseu era Deus. Não há império grande e poderoso o suficiente contra Ele. Embora esse exército divino não fosse visível aos olhos do servo, Eliseu o via, pois via com outros olhos, os olhos de um homem que confia em Deus e não teme nada além de seguir a vontade de Deus.

Quando o exército arameu decidiu matá-lo, o Senhor dos exércitos cegou todos os soldados, e algo inusitado aconteceu: Eliseu tornou-se o guia do exército que o queria morto! Levou-os até o centro da capital de Israel, diante do rei, e lá os libertou misericordiosamente. Mostrou ao mundo, mais uma vez, que Deus é Senhor e age misericordiosamente até com aqueles que não são o seu povo.

Em Jesus Cristo, somos chamados a não temer nossos inimigos, através da Fé em Cristo Jesus, mas sim nos tornarmos guia dos cegos, daqueles não contemplam ao Senhor: somos chamados de um povo que leva a luz da misericórdia de Cristo a todas às pessoas, mesmo a nossos inimigos. Que possamos enxergar nosso exército com os olhos de Eliseu, com os olhos da fé, e possamos assim guiar aqueles que nos cercam até Jesus.

Dica de leitura!

Comente conosco o que achou desta postagem